Palace Hotel - Caxambu

domingo, 15 de maio de 2016

Deputado Nelson Marquezelli defende a legalização de todos os jogos no Brasil

Deputado Nelson Marquezelli defende a legalização de todos os jogos no Brasil

O evento reuniu empresários do ramo de jogos e loterias e diversas autoridades mundiais no assunto como a ex-prefeita de Las Vegas, Jan Jones Blackhurst


O deputado federal Nelson Marquezelli (PTB-SP) defendeu nesta quinta-feira, durante o II Brasilian Gaming Congress – BgC (Congresso Brasileiro de Jogos), em Brasília, a legalização de todas as modalidades no Brasil.

O evento reuniu empresários do ramo de jogos e loterias e diversas autoridades mundiais no assunto como a ex-prefeita de Las Vegas, Jan Jones Blackhurst, que atualmente ocupa o cargo de vice-presidente de Relações Governamentais e Responsabilidade Corporativa do Caesars Entertainment, dos Estados Unidos. O parlamentar participou do debate sobre a construção de um plano eficaz para o futuro processo de regularização do jogo no país.

“Vamos oficializar o que já existe no Brasil. Temos cassinos clandestinos, jogo do bicho em mais de 400 mil pontos, máquinas caça-níqueis, entre outras modalidades. A sociedade precisa se beneficiar dessa indústria. Em mais de 200 países o jogo é regularizado, é uma âncora do turismo. Bem como fomenta, de modo indireto, o comércio e a indústria. Além disso, temos mais de dois milhões e meio de jogadores regulares. O mercado já existe, contudo, o Estado precisa criar regras, obrigações e controle sobre esse negócio”, afirmo Marquezelli, responsável pela criação da Comissão Especial que discute o assunto na Câmara dos Deputados.

Para o deputado, é uma hipocrisia grande continuar proibindo este setor de se legalizar. “O interesse de uma minoria não pode prejudicar o bem maior que trará para uma grande maioria da população. Teremos mais recursos para investir em saúde, educação, infraestrutura, etc”.

Presente no evento, o diretor de Regulação e Inspeção de Jogos de Portugal, Paulo Duarte Lopes, afirmou que no seu país, os jogos estão regulamentados desde os anos 80 e são fundamentais para arrecadação pública. No país, os cassinos e bingos geraram em receita bruta de cerca de 305 milhões de euros (correspondendo a 1,182 bilhão de reais na cotação atual). Muito superior ao turismo que obteve uma receita de 106,3 milhões de euros, ou seja, aproximadamente R$ 414 milhões.

A expectativa no Brasil é atingir aproximadamente R$ 20 bilhões em impostos nas sete modalidades de jogos a ser regularizados: cassino, jogo do bicho, bingo, terminais de vídeo-jogo e vídeo-bingo, jogos online e poker. (Ascom - Joana Dantas)