Palace Hotel - Caxambu

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Presidente do Asilo participa de reunião na Câmara

Presidente do Asilo participa de reunião na Câmara

 A presidente da Associação Vila dos Pobres Santo Antônio, Lúcia Maria de Mello Silva, participou da Reunião Ordinária, no dia 16 de maio, atendendo ao convite da Câmara. Na oportunidade, ela comentou que o trabalho desenvolvido pelo Asilo é conhecido pala comunidade, que visita e ajuda a instituição. Informou que o local passa por uma situação financeira muito delicada, pois o imóvel, deteriorado pelo uso, também precisa de reformas necessárias de acordo com o Estatuto do Idoso, como os banheiros, os quartos e a enfermaria. Explicou que para isso terá que contar com a ajuda da comunidade e do Poder Público e agradeceu a população pelas campanhas desenvolvidas, amenizando a situação
Convidou a população para visitar o local e reforçou a necessidade do apoio de todos, bem como para a tradicional Festa do Asilo Santo Antônio, no dias 11 e 12 de junho. A seguir, a programação da festa: Dia 11, sábado, das 18 às 21 horas, com sorteio de prêmios, movimento de barracas e roda. Dia 12, domingo, às 11 horas, chegada da cavalgada; das 12 às 14 horas, almoço com música ao vivo; às 16 horas, missa, procissão e distribuição dos pãezinhos. Após a missa, continuação da festa com movimento das barracas e roda.

Manifestações dos vereadores
– O vice-presidente Clóvis Almeida recordou que no passado o Asilo contava também com a contribuição integral da aposentadoria dos internos, o que não acontece atualmente, sendo apenas 70%. Ele considerou que é impossível manter os idosos com apenas este recurso, pois recebem seis refeições diárias e atendimento médico e odontológico, bem como os gastos com higiene pessoal, além dos gastos com produtos de limpeza.

Felicitou o Asilo pelo atendimento dispensado aos idosos e pela otimização dos recursos, inclusive com a colocação de equipamentos de aquecimento solar, através da CEMIG, bem como a busca incessante por convênios para melhorias dos dormitórios, principalmente. Convidou a população para visitar o Asilo e felicitou a direção e os funcionários pelo atendimento oferecido aos idosos.

– O secretário Denílson Martins recordou que a Câmara aprovou uma subvenção no valor de até R$ 110 mil ao ano para o Asilo. E a presidente Lúcia Mello informou que a primeira parcela teria que ser paga em março, mas que o Asilo recebeu em maio, na semana anterior. O secretário informou que a Câmara cobra constantemente do Executivo o repasse às instituições e reforçou que nesta Administração não há respeito aos idosos, às crianças e aos adolescentes e aos portadores de necessidades especiais. Comentou que tramita na Câmara o Projeto de Lei no 21/16, que dispõe sobre autorização para transposição de recursos no Orçamento de 2016, aprovado pela Lei no 2.268/15, e que o município não tem condições de comprar a usina de asfalto, no valor de R$ 370 mil, sendo R$ 230 mil do saldo das ações da COPASA e o restante no valor de R$ 140 mil divididos em até oito parcelas. Garantiu que o funcionalismo ficaria prejudicado com a aprovação do projeto, pois o Executivo não tem pago nem as subvenções às entidades, que deveriam ser respeitadas. Reforçou a necessidade da aprovação de um orçamento impositivo, “que tem que ser cumprido à risca”.

– O presidente Fábio Curi agradeceu a presença da representante do Asilo na Casa e reforçou a necessidade da Administração “ter amor pela cidade”, cumprindo as suas obrigações. Reforçou que cabe a Câmara aprovar e fiscalizar as subvenções do Executivo, mas não obrigar o pagamento.

Fonte: Câmara Municipal de Caxambu