Palace Hotel - Caxambu

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Hospital São Lourenço inaugurou Posto de Coleta de Leite Humano

Hospital São Lourenço  inaugurou Posto de Coleta de Leite Humano


Mauro Junqueira (presidente do Conasems) e Márcio Santiago (presidente do Conselho Diretor/Hospital São Lourenço) descerram a placa de inauguração do Posto de Coleta de Leite Humano do Hospital.
Em mais um importante passo para significativas melhorias no atendimento à área materno-infantil, no dia 12 de abril o Hospital São Lourenço inaugurou o Posto de Coleta de Leite Humano. Estiveram presentes à cerimônia de inauguração dirigentes do Hospital (Gilson Belém - presidente/Conselho Curador; Márcio Santiago - presidente/Conselho Diretor; dr. José Eduardo de Carvalho - provedor; dra. Fátima Maltoni - coordenadora da UTI Neonatal e do Posto de Coleta), demais conselheiros, funcionários e médicos; Leonardo Sanches (vice-prefeito); Agilsander Rodrigues/Gil (presidente da Câmara Municipal) e sargento Ramiro (representante do 3º Pelotão PM do Corpo de Bombeiros), além de outras autoridades e membros da comunidade.
O que é o Posto - Situado em prédio anexo ao Hospital (rua Madame Schimidt, em frente à Escola Estadual Mário Junqueira Ferraz), o Posto de Coleta de Leite Humano do Hospital São Lourenço trará inúmeros benefícios para os recém-nascidos prematuros internados na UTI Neonatal da instituição, evitando que estes sejam alimentados com fórmulas lácteas derivadas do leite de vaca. “O consumo exclusivo de leite materno nos primeiros seis meses de vida protege a criança contra infecções, diarreias e gripes, reduzindo consideravelmente o risco de mortalidade infantil”, explicou a coordenadora do Posto e da UTI Neo, dra. Fátima Maltoni (médica pediatra/neonatologista). “E para a mãe, além do caráter afetivo e de vital interação com o bebê, também contribui para a prevenção do câncer de mama”, completou.
Tendo ligação direta com a Maternidade do Hospital (através de uma passarela coberta), o Posto possui diversas seções internas: recepção, salas de ordenha (retirada manual do leite), armazenamento do leite etc. O Posto irá coletar, junto às puérperas (mães recentes) da cidade (com o apoio de transporte do Corpo de Bombeiros), o excesso de leite materno que estas queiram e possam doar - que será encaminhado ao Banco de Leite de Varginha e, após o devido processo de pasteurização, reenviado para os prematuros da UTI Neonatal. O objetivo é que 100% dos bebês da UTI Neo do Hospital São Lourenço sejam atendidos com leite materno. Muitas mães de bebês internados na Unidade têm dificuldade de lactação (pouco leite) - gerada, principalmente, por preocupações naturais quanto à internação dos filhos.




Haverá um trabalho de conscientização na Maternidade do Hospital e, também, em postos de saúde, pastorais etc. Antes de confirmar a doação, será feito o exame físico dos bebês, observando o crescimento deles e, estando os mesmos no peso exigido para um desenvolvimento saudável, as doações do excesso de leite das mães serão aceitas. Além de coletar o leite, o Posto estará disponível, também, para sanar dúvidas das mães quanto à amamentação, aos cuidados com as mamas etc. Em breve, o trabalho terá início; no momento, o Posto de Coleta encontra-se em fase final de estruturação e, também, recebendo visitas técnicas necessárias para autorizar o funcionamento.

Marcos Querino