Palace Hotel - Caxambu

quarta-feira, 3 de maio de 2017

MILITARES DE BAEPENDI FAZEM APRIMORAMENTO PARA OPERAR PISTOLA DE EMISSÃO DE IMPULSO ELÉTRICO. (TASER e SPARK)

Polícia Militar de Baependi
MILITARES DE BAEPENDI FAZEM APRIMORAMENTO PARA OPERAR PISTOLA DE EMISSÃO DE IMPULSO ELÉTRICO. (TASER e SPARK)



Devido aos grandes eventos, principalmente em nossa região, a demanda por novas tecnologias e práticas avançadas de segurança tem sido exigidas pelo mercado.
No centro desse avanço, a Polícia Militar de Minas Gerais não fica de fora, pois estão inseridos neste contexto, as tecnologias não letais - armas de choque, granadas de efeitos e sprays - uma série de produtos de alta qualidade voltados para contenção de distúrbios com menos violência e letalidade.
Neste intuito, os militares de Baependi, 2º Sgt Santiago e 3º Sgt Moura puderam aprender com o instrutor Aspirante PM Adão, sobre o funcionamento da Taser e da Spaker, estas novas tecnologias que já estão presentes em nossa região.
Na foto, com os militares de Baependi, vemos a Spark, que é um dispositivo elétrico incapacitante que emite pulsos elétricos que atuam sobre o sistema neuromuscular, causando desorientação, fortes contrações musculares e queda do indivíduo, permitindo a incapacitação temporária do agressor. Dispõe de comandos de acionamento ambidestro e sistema de ejeção automática do cartucho. O disparo é realizado através do acionamento do gatilho de ação progressiva que, ao ser pressionado, permite que o dispositivo emita pulsos elétricos por um período de 5 segundos.
Assim, torna-se de fundamental importância contar com equipamentos não letais para o uso na atividade de segurança pública, em especial para o serviço operacional do policial, ampliando o leque de opções para seleção e aplicação no momento do uso progressivo da força.
Sob esta ótica a opção do armamento não - letal passa a representar uma ferramenta fundamental, vez que potencializa a eficiência do trabalho policial sem necessariamente gerar maiores danos a integridade física do abordado considerando a utilização de força policial.