Palace Hotel - Caxambu

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Patrimônio belga no Brasil Ninfa do Lago - Parque das Águas (Caxambu)

Patrimônio belga no Brasil
Ninfa do Lago - Parque das Águas (Caxambu)

É comum, na história da arte, a representação de ninfas e musas sentadas à beira da fonte, ou debruçando-se sobre ela, a fim de admirar o seu reflexo. Também Vênus teve o desejo de mirar-se em um espelho d’água. Por isso, era necessário que a deusa das águas surgisse como tema para o embelezamento de nossas estâncias. Nossa Vênus é um exemplo particular de escultura. Formosa em sua nudez e bela como um mármore antigo, podemos nos esquecer de que a “Deusa das Águas”, como foi chamada na época, é construída de concreto armado. Originária daBélgica, a escultura foi um presente oferecido a Caxambu após a Fonte da Beleza (fonte intermitente) ter sido premiada na Exposição Universal Bruxelas em 1910, por causa de sua água rica em magnésio e ferro. 
Caxambu Ninfa estatua belga
Inclinada sobre as águas, a Ninfa segura com as mãos os seus longos cabelos, a fim de admirar o reflexo do seu rosto, expressando um sorriso de contentamento. A escultura feminina, cujo autor não é conhecido, forma um conjunto com dois amores que se encontram aos pés de Vênus brincando de apagar a sua imagem com a água revolta.
Essa representação mostra-nos que os reflexos formados na água são imagens curtas, mas que podem provocar em nós fortes lembranças.
Assim que a estátua chegou da Europa, Chico Cascateiro construiu para ela uma pequena fonte em frente ao balneário, rodeada por canteiros de rosas, símbolo da beleza de Vênus. Durante o tempo que ficou nesse lugar, ali se tornou o lugar preferido para registro da passagem dos aquáticos pelo balneário do Caxambu.


Ninfa Caxambu origem Belga

Na década de quarenta foi deslocada para o centro de um espelho d’água formado ao lado esquerdo do balneário, desprovida de seu rico efeito quando habitava o mesmo espaço que o balneário e a fonte da Beleza, um refletido no outro no imaginário aquático. 
Ela fica logo à entrada do Parque e encaminha os visitantes para o Balneário e as 12 fontes de água mineral.


Fontes
  • http://www.descubracaxambu.com.br/parquedasaguas/fontes-de-agua-mineral/fonte-d-leopoldina
  • OS MONUMENTOS DA ÁGUA NO BRASIL: Pavilhões, fontes e chafarizes nas estâncias sul mineiras (1880-1925) / FRANCISLEI LIMA DA SILVA. 2011. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em História, área de concentração: História, Cultura e Poder, da Universidade Federal de Juiz de Fora como requisito parcial para obtenção do título de Mestre. 

Fotos: Marc Storms, janeiro 2015
Foto preta e branco: Dissertação Francislei Lima da Silva, p. 115

Fonte: Patrimônio Belga no Brasil