Palace Hotel - Caxambu

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Lobo Guará é encontrado em residência de Itamonte




Na última sexta-feira, 12 de setembro de 2014, pela manhã, a Polícia Militar do Meio Ambiente de Itamonte foi solicitada a comparecer ao bairro Jardim Alpino, em Itamonte, por uma moradora que havia encontrado um lobo guará em sua garagem. De posse das informações, os militares, juntamente com apoio de brigadistas da Unidade de Conservação APA Serra da Mantiqueira, efetuaram o recolhimento do animal, sendo o mesmo solto no interior da RPPN Alto Montana, localizada na parte alta da Serra da Mantiqueira, no município de Itamonte, local de grande ocorrência do espécime. 







Um pouco sobre o Lobo Guará: 
Espécie ameaçada de extinção, o lobo-guará é o maior canídeo da América do Sul, tendo entre 95 e 115 cm de comprimento, com uma cauda medindo entre 38 e 50 cm. Pesa entre 20,5 e 30 kg. É um animal difícil de confundir com os outros canídeos sul-americanos, dado suas longas e finas pernas, densa pelagem avermelhada e grandes orelhas. Diferentemente dos lobos, esta espécie não forma alcateias e tem hábitos solitários, juntando-se apenas em casais durante a época de reprodução. O lobo-guará caça pequenos mamíferos, roedores e aves. Mas a sua dieta tem uma forte componente onívora. Estes animais são bastante dependentes da lobeira (Solanum lycocarpum) e estabelecem, com esta planta, uma relação simbiótica: sem os frutos da lobeira, o lobo-guará morre de complicações renais causadas por nemátodos. Em contrapartida, o guará tem um papel fundamental na dispersão das sementes dessa planta. 



Fonte: Jornal Polêmica