Palace Hotel - Caxambu

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Dorcas Veiga - Um Novo Olhar - OPINIÃO: CANDIDATO A PREFEITO

Dorcas Veiga - Um Novo Olhar
OPINIÃO: CANDIDATO A PREFEITO

Numa pesquisa recente, realizada no Grupo do Facebook, Jornal Arte3, em que pergunto qual o perfil esperado para o próximo prefeito de Caxambu, embora diversos comentários tenham sido bastante pertinentes, resolvi dar minha singela opinião.
Eu acredito que o candidato a prefeito não deve se apresentar sozinho. Deve estar cercado por seus futuros secretários e colaboradores. Juntos, devem mostrar um projeto. Não um projeto pessoal, de ideias mirabolantes, impossíveis de se concretizar. Mas, um projeto, ainda que simples, seja possível e útil. O mais importante é que este projeto seja pensado para beneficiar a cidade e não uma realização pessoal de seus idealizadores. O candidato precisa conhecer o seu município, geograficamente, socialmente, culturalmente e, ainda, conhecer a situação financeira na qual a cidade se encontra. Ter um diagnóstico baseado em análises críticas de todos os setores é fundamental para confecção de um projeto viável. A equipe deve ser preparada e com autonomia para atuar em diferentes setores, mas de forma que cada um atue na sua área de especialização, dando mais credibilidade e probabilidade de realização ao projeto. Portanto, o candidato e sua equipe precisam, antes de tudo, serem responsáveis e lúcidos para apresentarem um projeto coerente com as necessidades de Caxambu. Um projeto no qual a população acredite, abrace como seu e colabore na sua realização. Estamos cansados de projetos bonitos, espetaculares, grandiosos, de realização estritamente pessoal e que nada acrescentam além de problemas a serem resolvidos nas futuras gestões e que não são resolvidos e sim protelados de administração para administração.
Portanto, aos futuros candidatos a prefeito, peço que tenham, no mínimo, respeito ao cidadão e esqueçam o “mundo do faz de conta”. Tenham em mente que o povo está sedento por dignidade e dias melhores. Para isso, é preciso muito trabalho e um projeto responsável e racional unido a uma  equipe com garra e preparada para enfrentar juntos todas as etapas de realização farão uma grande diferença.
Dorcas Veiga