Palace Hotel - Caxambu

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Confirmada a inauguração do SAMU para 1º de outubro

Presidente do Consórcio e Prefeito de Monte Sião, João Paulo Ribeiro, conduz reunião lotada e representativa em Varginha. 
Após a reunião de sexta-feira passada, liderada pelo Presidente do CISSUL, João Paulo Ribeiro, e marcada pela enorme representatividade de 65 prefeitos, além de gestores de saúde e representantes de 134 municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal da Macro Região do Sul de Minas, quando foi acordado, entre vários e importantes assuntos, a data para o início das atividades do SAMU mediante compromisso de apoio dos Governos Estadual e Federal.
Secretário de Estado de Saúde, José Geraldo de Oliveira Prado, assume o compromisso de liberar os recursos pendentes diante da comitiva de prefeitos.
Na terça-feira, 12, ocorreu em Belo Horizonte, conforme o programado, a reunião na Secretaria de Saúde, quando o Secretário de Estado de Saúde, José Geraldo de Oliveira Prado, depois de exposição da atual situação do consórcio feita pelo Presidente João Paulo Ribeiro e diante de 18 prefeitos presentes, prontificou-se a liberar os recursos pendentes para o término da obra da sede, aquisição de medicamentos e equipamentos licitados, além do custeio de parte da folha de pagamento dos funcionários do SAMU.
Presidente João Paulo Ribeiro, Prefeito de Monte Sião, expõe ao Ministro da Saúde as conquistas e pendências do CISSUL para colocar o SAMU em funcionamento.
Já em Brasília, na quinta-feira, 14, o Presidente do Consórcio João Paulo Ribeiro, acompanhado de uma comitiva de 10 prefeitos e 02 deputados, obteve mais uma vitória com o compromisso do Ministro da Saúde, Arthur Chioro, em repassar os recursos oriundos do Governo Federal necessários para a manutenção do funcionamento do SAMU no Sul de Minas. Chioro se prontificou a assinar, em breve, a portaria para a liberação dos recursos para o Consórcio, além de providenciar a compra de mais ambulâncias.  
Para João Paulo Ribeiro, “a reunião foi muito boa. O ministro nos recebeu e garantiu que nós teremos o apoio do Governo Federal para nosso Consórcio, que vai atender o Sul de Minas inteiro. Este é o maior investimento em saúde em nossa região, que atenderá cerca de 3 milhões de pessoas”, ressaltou o responsável pelo maior SAMU do Brasil em número de municípios.
A partir de agora, o CISSUL terá condições de colocar o SAMU em funcionamento. A data de sua inauguração está confirmada para 1º de outubro.
Por se tratar de uma iniciativa conjunta entre o Governo Federal, Governo Estadual e os municípios, através do Consórcio, há necessidade de que todos façam a sua parte. 
Ministro da Saúde Arthur Chioro se prontifica a assinar portaria para liberação de recursos e compra de mais ambulâncias para o CISSUL/SAMU.
O Governo Federal custeou as 43 ambulâncias que estão estacionadas num galpão em Varginha, prontas para serem utilizadas. 
O Governo Estadual destinou recursos para aquisição de materiais, equipamentos, medicamentos, obra da sede e realização do treinamento. Os recursos que faltavam para a conclusão da obra da sede e pagamento de medicamentos licitados que serão utilizados nas ambulâncias foram autorizados na reunião de terça-feira.
Já o CISSUL, por sua vez, com a atual direção que assumiu os trabalhos a pouco mais de 01 ano, providenciou com o apoio dos municípios o que era de sua responsabilidade, entre as principais providências, destacam-se a realização de processos licitatórios para aquisições de veículos, medicamentos e equipamentos, o gerenciamento das obras da sede e das 34 bases descentralizadas nos municípios, onde ficarão as ambulâncias e equipes do SAMU, a supervisão do processo seletivo e a realização do treinamento do pessoal.  
Registro das presenças dos representates do Sul de Minas na reunião no Ministério de Saúde em Brasília. 
“O custeio da folha de pagamento dos funcionários do SAMU, de responsabilidade conjunta dos Governos Estadual e Federal, era a peça que faltava em nosso quebra-cabeça”, explica João Gualberto Rezende Júnior, Secretário Executivo do CISSUL. “Com os compromissos assumidos pelos representantes dos Governos, poderemos providenciar, nos próximos dias, a homologação do processo de contratação e a convocação dos funcionários para início imediato das atividades”, conclui ele. 



Fonte: Cissul SAMU