Palace Hotel - Caxambu

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Comunicado oficial da Comissão do Funcionalismo Público Municipal de Caxambu





AOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS MUNICIPAIS!

Comunicado da Comissão do Funcionalismo Público Municipal de Caxambu

Aos heróicos e valentes trabalhadores funcionários públicos municipais, da educação, obras, parque, depósito, saúde, etc. A greve do funcionalismo público municipal de Caxambu entrou para a História de nossa cidade, como um momento no qual a luta e a coragem venceram o medo e a desesperança.

Como explicado na assembléia do dia 9 de abril, o movimento conseguiu com que a prefeitura abrisse as negociações com os trabalhadores, mesmo havendo a greve. Contudo, é necessário analisar a conjuntura e a correlação de forças. Na reunião com o executivo municipal, a comissão do funcionalismo conseguiu com que o prefeito assumisse o compromisso de não cortar o ponto dos professores e a não prejudicar NENHUM FUNCIONÁRIO. Isso consta em ata e assinado pelo mesmo. Além disso, conseguimos um calendário de negociações para os demais itens, a começar pelo dia 28 de abril, e o compromisso de reajuste salarial.
Parece pouco, mas é importante recuperarmos as forças e seguir lutando unidos. Sabemos que apenas uma ata assinada não é garantia de compromisso por parte da prefeitura. Para avançar e conquistar, é preciso que a categoria siga mobilizada, em estado de alerta, e pronta para entrar em uma nova etapa de luta ou em defesa a qualquer ataque contra os trabalhadores. 

QUEREMOS VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL, CONDIÇÕES DE TRABALHO E RESPEITO À LEI, por isso a insistência da comissão com o reajuste de 6,32% mais aumento real de 10% para todas as referências, o cumprimento da Lei do Piso no magistério e o pagamento dos biênios.

Provamos a todos e a nós mesmos que a unidade dos trabalhadores, dos mais diferentes setores e segmentos, constitui como força elementar de nossas vitórias coletivas e sociais.

Gostaríamos de lembrar que a nossa greve é legítima e legal. A prefeitura não entrou na Justiça com o pedido de ilegalidade do movimento. A comissão do funcionalismo seguiu a risca a legislação, garantindo o cumprimento da Constituição Federal e da lei 7.783/89. Por isso, nenhum corte de ponto será tolerado. ESTEJAMOS ALERTA CONTRA QUALQUER TIPO DE ATAQUE AOS TRABALHADORES. Não reproduzam os boatos infundados. A informação correta e confiável é uma de nossas armas.

Conclamamos a todos os trabalhadores a denunciarem qualquer tipo de assédio ou coerção. E chamamos todos para a Assembleia Geral da categoria, no dia 29 de abril (terça) às 18 horas, na Câmara Municipal.
Somente a luta muda a vida!
Unidos, somos muito mais fortes!

Fonte: Sind - UTE Caxambu