Palace Hotel - Caxambu

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Turismo

Ações para o Circuito das Águas serão tratadas em Cambuquira

Comissão de Turismo realiza audiência na próxima segunda (29) para discutir demandas dos municípios da região

Com o objetivo de conhecer as ações do Circuito das Águas e debater suas demandas em prol do desenvolvimento turístico da região, a Comissão de Turismo, Indústria, Comércio e Cooperativismo promove reunião em Cambuquira, um dos 11 municípios que integram o circuito. A audiência pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) será na segunda-feira (29/4/14), no Espaço Cultural Sinhá Prado (Avenida Virgílio de Melo Franco, 481).

O deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), que solicitou o evento, acompanha as atividades da Associação do Circuito Turístico das Águas, que se reúne mensalmente para debater propostas voltadas para o desenvolvimento da região. Em Cambuquira, vários representantes da entidade terão a oportunidade de apresentar suas reivindicações.

Entre as principais demandas do circuito turístico estão a melhoria da infraestrutura de transportes, incluindo os aeroportos (principalmente o de Caxambu) e as rodovias que servem a região. Fazem parte do Circuito das Águas os municípios de Baependi, Cambuquira, Campanha, Carmo de Minas, Caxambu, Conceição do Rio Verde, Heliodora, Lambari, São Lourenço, Soledade de Minas e Três Corações. As propriedades medicinais e terapêuticas das águas dessa região são os principais atrativos para os turistas.

“Por meio deste debate, poderemos buscar junto aos Governos Estadual e Federal ações de revitalização para o Circuito das Águas”, destaca o deputado Dalmo Ribeiro Silva, que foi relator da Comissão Especial das Estâncias Hidrominerais, que funcionou em 2005 na ALMG. Ele lembra que pesquisas recentes mostraram que muitos turistas que vêm ao Brasil na Copa do Mundo pretendem também visitar as estâncias hidrominerais.

Para a reunião de Cambuquira, foram convidados as seguintes autoridades: os secretários de Estado Tiago Lacerda (Turismo e Esportes), Eliane Parreiras (Cultura) e Ana Lúcia Gazzola (Educação); o superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Michele Abreu Arroyo; os dirigentes do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Marília Carvalho de Melo; da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), Oswaldo Borges da Costa Filho; e do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha), Fernando Viana Cabral; o diretor de operação sudoeste da Copasa, Paulo Fernando Rodrigues Lopes; e a diretora do campus da Uemg em Campanha, Joana Beatriz Barros Pereira.

Também foram chamadas as seguintes autoridades locais: o prefeito e o presidente da Câmara Municipal de Cambuquira, Evanderson Xavier e Paulo Cesar da Costa, respectivamente; o bispo diocesano de Campanha, Dom Diamantino Prata de Carvalho; a diretora da Faculdade São Lourenço, Maria Aparecida Pinto; o presidente da Associação do Circuito Turístico Serras Verdes, Gustavo Pessoa Arrais; o vice-presidente da Associação Circuito Turístico das Águas, Diogo Mendes de Castilho; e o presidente do Sindicato Intermunicipal de Gastronomia e Hospitalidade de Caxambu, Amaro Gadbem.

Fonte: Coordenadoria da Bacia do Rio Grande